Em tempos de Halloween, quais são os pesadelos que afligem os QA´s?

Diversos são os cenários que afligem um profissional da área de qualidade, mas algumas situações e frases, tiram o sono, não é mesmo?

– “Você não precisa de documentação para testar, né?” – Todos sabemos que a documentação e se possível o envolvimento da equipe de QA em todas etapas, inclusive, na de levantamento de requisitos é de suma importância para o desenvolvimento do projeto, até sua entrega;

– “Teremos 4 meses de desenvolvimento e 10 dias para testar” – O profissional de QA costuma se desdobrar para atingir datas ilusórias, dentro de um projeto;

– “Vocês entram ali no final para testar” – Cada vez mais, fica visível que o profissional qualificado de QA, adquiriu expertise para participar de todas as etapas de um projeto, sempre provendo insumos e informações para uma excelente entrega;

– “O ambiente estava desatualizado” – Um dos skills dos profissional de QA é contribuir com informações e ter atividades relacionadas ao acompanhamento de deploys, esteiras de atualização e monitoramento de versões dos sistemas;

– “Teremos de fazer rollback” – O planejamento incorreto, testes sem fundamentação ou uma análise superficial de cobertura, podem ocasionar uma das situações mais chatas no momento de entregas de um projeto, o famoso “rollback”;

– “Na minha máquina funcionou” – A ideia de afastamento e problemas entre QAs e desenvolvedores, é algo muito do passado, é “cringe”, “old school”. Com a expansão da cultura Ágil, fica evidente que o envolvimento dos stakeholders e a aproximação dos profissionais das mais diversas áreas, precisam acontecer em tempo real e os problemas de comunicação tendem, cada vez menos a influenciar no andamento dos projetos;

– “O bug subiu para produção” – Todos esforços, horas de desenvolvimento e testes podem ser colocados à prova, caso um problema suba para produção, trazendo o prejuízo financeiro, e nos dias atuais, de forma rápida, uma mancha na reputação da empresa. Dessa forma, o planejamento, a atenção aos detalhes, o envolvimento de todos, numa só direção do projeto, pode fazer a grande diferença durante todo o processo. Ressaltando que o papel do QA, não é pura e simplesmente de identificar bugs, e sim prover informações, para boas escolhas dos líderes.

Feliz Halloween!